Siga-nos por e-mail

sábado, 1 de setembro de 2012

Animais de Tiro



Sociedade Protetora dos Animais
Esta benemérita sociedade, ultimamente estabelecida em Angra do Heroísmo, atendendo a que é de muito difícil acesso para carroças de transporte de carga a rampa do cais da Alfândega, resolveu, obtida a respetiva autorização do sr. Presidente da Câmara, mandar deitar de conta da Sociedade, uma camada de areia no pavimento da referida rampa, o que se fará por ocasião da chegada dos vapores da carreira.

As torturas impostas por vezes aos pobres animais que ali fazem serviço, devido ao calcetamento estar muito moído e gasto e ao excesso das cargas que os obriga a beijar o chão, caindo sobre os joelhos, que muitas vezes esfolam, está pedindo uma outra ordem de providências que só com o tempo poderão ir sendo tomadas, visto a falta de recursos  com que presentemente lutam as corporações administrativas daquela ilha.

Em Ponta Delgada, nas proximidades da rua dos Mercadores, lado da Graça, existe também uma rampa muito perigosa para os animais de carga, que não raramente caiem e se magoam, sendo ainda em cima maltratados com pancadas pelos ignóbeis condutores que os exploram.

Para esse facto chamamos a atenção da digna Direção daquela benemérita sociedade, à qual cumpre oficiar à Câmara Municipal para que seja reparada aquela parte da rua dos Mercadores, que representa mais um passo no doloroso calvário dos muares indígenas.
(A Folha, nº 522, 21 de Novembro de 1912)

Sem comentários:

Enviar um comentário